Apple protesta contra altas taxas na Inglaterra

O Instituto Fonográfico Britânico (BPI), associação dos selos fonográficos da Grã-Bretanha, se uniu à Apple e outros provedores de música online (AOL, Napster, Real, Sony Connect, MusicNet e Yahoo!) para protestar contra as altas tarifas que foram definidas pelo pool de empresas responsáveis por regular e coletar os valores de direitos autorais no país.

Segundo Geoff Taylor, conselheiro geral do BPI, as taxas propostas são muito superiores das cobradas em CDs (12% contra 6,5% a 8,5% do preço final) e colocam em risco o negócio de distribuição de músicas online, abrindo espaço para o mercado ilegal.

Saiba mais
IDG Now!: Apple e BPI atacam taxas sobre músicas na web

Marco Andrei Kichalowsky

Editor-chefe do macnarama.com, é applemaníaco e trabalha com produtos Apple desde 1993. Foi presidente do Brasil Apple Clube durante 10 anos e colaborador da saudosa Macmania e sua herdeira MAC+ até o fim da revista em 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *