App Store supera a marca de 3 bi de downloads

“Três bilhões de aplicativos baixados em menos de 18 meses – isso não se parece com nada que já tenhamos visto”, disse Steve Jobs, CEO da Apple, em comunicado. “A revolucionária App Store oferece aos usuários de iPhone e iPod touch uma experiência diferente de todas as disponíveis para outros aparelhos móveis e não vemos nenhum sinal de que a concorrência nos alcançará em breve”.

O crescimento da loja virtual é cada vez mais rápido. O segundo bilhão fora atingido ainda em setembro do ano passado e o primeiro bilhão em abril do mesmo ano. Ou seja, em menos de um ano a loja triplicou a sua distribuição de aplicativos.

[Via MAC+]

Marco Andrei Kichalowsky

Editor-chefe do macnarama.com, é applemaníaco e trabalha com produtos Apple desde 1993. Foi presidente do Brasil Apple Clube durante 10 anos e colaborador da saudosa Macmania e sua herdeira MAC+ até o fim da revista em 2015.

11 comentários em “App Store supera a marca de 3 bi de downloads

  • 8 de março de 2010 em 12:00
    Permalink

    bilhão
    (francês billion)
    s. m.
    1. Infrm. O mesmo que bilião.

    A tradução de Billion é Mil milhões.

  • 20 de janeiro de 2010 em 15:33
    Permalink

    Kincas:

    Bilião NÃO É o mesmo que bilhão. Bilião é 10^12. Bilhão é 10^9. E a tradução do “billion” inglês-americano é BILHÃO e não BILIÃO.

  • 20 de janeiro de 2010 em 15:17
    Permalink

    Não.
    Porque “retirou” o que é mandatório. O que está previsto no acordo.
    E segundo este existe um significado definido para bilião (ou bilhão) que é 10E12.
    Assim, todos aqueles que adoptaram este acordo têm de o “respeitar”.
    Um bilião (ou bilhão) é um milhão de milhão. E trilião é um milhão de bilião.

    That’s all.

  • 19 de janeiro de 2010 em 16:32
    Permalink

    Kincas:

    Vamos novamente.

    Primeiro, o acordo ortográfico da língua portuguesa (o qual Portugal TAMBÉM assinou) não tem NADA A VER com o que significa bilião e bilhão. Isso posto, vamos remover o tal acordo da discussão.

    Segundo, existe sim, DUAS nomenclaturas para o número 1.000.000.000. No Brasil e nos EUA, onde se utiliza a chamada “escala curta”, este número se chama UM BILHÃO. Em Portugal, segundo tuas explicações, este número se chama MIL MILHÕES, nomenclatura que se chama “escala larga”.

    Finalmente, retiro o que disse sobre “acordo mundial de medidas”. Criei esta expressão para tentar dizer que se convencionou a utilização da “escala curta” em alguns países, incluindo EUA, Brasil e Reino Unido.

    Ao que parece, Portugal não utiliza este sistema.

    Estamos, por fim, esclarecidos?

  • 19 de janeiro de 2010 em 16:07
    Permalink

    Não estou a confundir nada.
    Não existe tal coisa de “acordo mundial de medidas”, portanto não invente. Exite o SI (e vejam só o que ele considera o 10E12 como bilião).
    É até ridiculo, pois demonstra a ignorância matemática. Qual o resultado de (10E6)E2? = 10E12

    Por outro lado, e como referido, não é por “apetites” mas existem NORMAS que o definem.

    É “curioso” que o acordo que vocês forçaram, afinal só para algumas coisas é válido?

    nabo
    s. m.
    1. Bot. Planta brassicácea.
    2. Raiz desta planta.
    3. Pop. Pessoa estúpida.
    4. Viana Bebedeira.
    5. Cal. Pénis.
    cabeça de nabo: raiz do nabo.
    tirar nabos da púcara ou do púcaro: interrogar habilidosamente, para saber alguma coisa ou tirar alguma conclusão.

    Neste caso será aplicável o ponto 3. Agora não personalize. Não o chamei de nabo. O que escrevi foi “Deixem de ser nabos.”

    Cumprimentos.

  • 19 de janeiro de 2010 em 10:09
    Permalink

    Kincas:

    Estás confundindo o acordo ortográfico da língua portuguesa com um acordo mundial de medidas. Não quis dizer isso. Estou falando dos sistemas de medidas conhecidos como escala curta e escala longa.

    Se Portugal continua utilizando o sistema de escala longa, de fato, estás correto, 10^9 é mil milhões. Esta informação não era de meu conhecimento. Achei que Portugal utilizasse o sistema de escala curta, como o Brasil, os EUA (EEUU, como queira) e muitos países do mundo. Quando Steve Jobs disse “um bilhão”, quis dizer 1.000.000.000 de aplicativos. Isso nos EUA e também no Brasil.

    Sobre “proceder”, é comum no Brasil o uso deste verbo com o sentido de “estar correto”, “fazer corretamente”. Creio que não é tão comum em Portugal.

    Sobre “ser nabo”, achei extremamente deselegante de tua parte este comentário. E lamento pelo mesmo.

    De qualquer maneira, obrigado pela visita e pelos comentários.

  • 19 de janeiro de 2010 em 9:30
    Permalink

    Já antes do acordo era assim.

    bilião
    s. m.
    Um milhão de milhões (10E12).

  • 19 de janeiro de 2010 em 9:28
    Permalink

    Não quiseram o acordo ortográfico?
    Bilião é um milhão de milhão em PORTUGUÊS.
    Deixem de ser nabos.

    Já agora, não deve saber o que quer dizer proceder.

    proceder (ê) – Conjugar
    v. intr.
    1. Provir, ser oriundo, descender.
    2. Originar-se, provir, derivar-se.
    3. Obrar.
    4. Comportar-se, conduzir-se.
    5. Instaurar processo, entregar à justiça.
    s. m.
    6. Procedimento, comportamento.
    7. Modo de atuar.
    proceder a (alguma coisa): principiar a fazê-la e continuá-la.

  • 15 de janeiro de 2010 em 15:45
    Permalink

    Kincas:

    Tua informação não procede. Os EUA utilizam o sistema chamado de Escala Curta (onde 10^9 é um bilhão, como no Brasil) desde o século 19. O Reino Unido passou a adotar o sistema em 1974.

    Saudações macmaníacas!

  • 15 de janeiro de 2010 em 13:56
    Permalink

    O ST não disse nada disso.
    Ele falou em 3 mil milhões e não 3 billiões.
    Billion em Inglês não é Bilião em PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *