Dica: Criando senhas fortes

Uma senha é o primeiro e, em muitos casos, o único obstáculo ao uso não-autorizado de suas contas e serviços. Portanto, é importante escolher uma senha complexa o bastante para não ser adivinhada ou mesmo inferida por terceiros a partir de informações pessoais, como nomes próprios, endereços e datas de nascimento. Por outro lado, de nada adianta criar senhas tão complexas quanto difíceis de memorizar. Por ser um flanco à segurança, a opção da anotação em papel deve ser evitada.

Então, como criar uma senha forte?

Inicio sugerindo o que não utilizar em suas senhas:

  • Palavras que estão no dicionário, em qualquer língua;
  • Nomes próprios;
  • Datas de aniversário;
  • Endereços;
  • Números de identificação;
  • Números telefônicos;
  • Nome ou marca do seu computador ou sistema operacional;
  • Nome do usuário do computador;
  • Seqüências simples do teclado, como qwerty ou adsfjklç.
  • Seqüências numéricas;
  • Caracteres repetidos;
  • Menos de 8 caracteres.

E como deve ser uma senha forte?

  • Deve conter letras maiúsculas e minúsculas;
  • Incluir números e sinais gráficos;
  • Ser fácil de memorizar de forma a não requerer anotação em papel ou meio eletrônico;
  • Ter no mínimo oito caracteres;
  • Deve ser possível de ser digitada rapidamente;
  • Deve ser única para cada serviço.

Adicionalmente:

  • Sua senha deve ser alterada de tempos em tempos ou sempre que houver a desconfiança de que suas credencias foram utilizadas por terceiros;
  • Ao alterar sua senha, não reutilize suas senhas antigas;
  • Evite utilizar suas senhas pessoais em máquinas de terceiros ou públicas, como computadores em LAN houses, escritórios ou laboratórios. Caso seja inevitável, lembre-se de efetuar o logoff após a utilização;
  • Ao receber uma senha para a utilização de algum serviço, altere-a prontamente;
  • Nunca envie suas credenciais, através de qualquer meio, para terceiros.

Sugestão de método para criação de senhas:

  • Primeiro, crie uma frase ou escolha uma de sua preferência. Um verso, um aforismo, qualquer conteúdo que seja significativo, então de fácil memorização:

“Só sei que nada sei”.

  • Reserve a primeira letra de cada palavra da frase:

s s q n s

  • Alterne entre letras maiúsculas e minúsculas, de forma a tornar a senha mais rica e a minimizar a repetição de caracteres:

SsqNs

Faça substituições intuitivas de letras por números ou símbolos gráficos, como s por 5, a por @, e por 3, l por 1, etc.:

S5qNs

  • Para facilitar as atualizações, poderá ser incluído algum dado que faça referência à versão ou período de vigor da senha. Por exemplo:

S5qNs-2012

  • Além disso, para evitar a repetição da mesma senha em diferentes serviços, poderá ser incluído um sufixo referente ao serviço onde a senha será utilizada. Desta forma, será fácil lembrar que:

S5qNs-2012-hot

Será utilizado em um serviço Hotmail.

E que:

S5qNs-2012-gml

Será utilizado em uma conta Gmail.

  • Pode-se melhorar ainda mais nossa senha diminuindo o número de caracteres repetidos. Desta forma, S5qNs-2012-hot e S5qNs-2012-gml poderiam ser alterados respectivamente para:

S5qNs-l2#hot
e
S5qNs-l2#gml

ou ainda

S5qNs-l2#H0t
e
S5qNs-l2#Gm1

Para verificar o quão segura é sua senha, a Microsoft disponibiliza, em sua Central de Proteção e Segurança, um verificador de senhas:
https://www.microsoft.com/pt-br/security/pc-security/password-checker.aspx.

Espero que considere as dicas e utilize sua criatividade na criação de suas senhas, lembrando mais uma vez que as senhas devem ser sempre difíceis de serem adivinhadas por terceiros mas fáceis de serem lembradas pelo usuário autorizado.

Lembre-se que o método acima é uma sugestão, baseada nas melhores práticas, para a criação de senhas seguras. O usuário será o exclusivo responsável por sua aplicação e consequências.

3 comentários em “Dica: Criando senhas fortes

  • Pingback: Dica: Criando senhas fortes « Tecnologia da Informação

  • 10 de setembro de 2012 em 4:05
    Permalink

    Rafael, creio que a proposta aqui vai além do gerenciamento, oferecendo um método que permite a criação e, em caso de esquecimento, mesmo a recriação das tuas senhas. Ou seja, mesmo que esqueças de alguma senha em particular, saberás, com relativa facilidade, como a reconstruir.

    Compreendo que há grande praticidade no uso de, por exemplo, um gerenciador de senhas. Ocorre que um problema típico em utilizar uma solução onde haja apenas um único ponto de falha é que, em caso de disastre, todas as demais senhas estarão imediatamente comprometidas.

    Sds!

  • 25 de agosto de 2012 em 21:31
    Permalink

    Gostei das dicas porém, eu tenho mais de 80 senhas em vários sites de compras, mail, banco, serviços diversos. É IMPOSSIVEL eu me lembrar dessas dezenas de senhas sem que elas estejam guardadas em um lugar seguro (com uma senha bem cabulosa protegendo minhas anotações)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *