Apple apresenta os novos MacBooks Pro 2016

A Apple lançou três novos MacBook Pro em um evento especial. Ainda não disponíveis para compra na loja virtual da Apple no Brasil, os novos computadores custarão entre R$ 13.900 e R$ 22.300. (Só para comparar, os novos MacBooks Pro possuem preços entre 1.800 e 2.800 dólares nos Estados Unidos.)

Além dos tradicionais incrementos no desempenho do processador, do chip gráfico (130% mais rápido) e do armazenamento (o SSD é 100% mais rápido), é mais fino, tem uma tela mais nítida e um sistema de som mais potente, com cerca de 50% mais de volume.

touchbar_touchid_largeAcrescenta-se a interface Thunderbolt 3 integra transferência de dados, carga de energia e saída de vídeo em um só conector, com taxas de transferência de até 40 Gbps e o dobro de largura de banda da porta Thunderbolt 2. São 4 portas, 2 de cada lado do computador.

A novidade “revolucionária” fica por conta da Touch Bar: uma tela sensível ao toque que fica integrada ao teclado. Ela substituiu as teclas de função na parte superior do teclado e mostra automaticamente ferramentas mais relevantes de acordo com o que você está fazendo. Ou seja, a depender do aplicativo que se está usando, podemos visualizar nela controles de volume e o brilho, digitar emojis e ver textos preditivos, como se faz no iPhone e iPad.

Aliás, não só isso vem do iPhone e do iPad: o Touch ID agora chegou ao Mac, permitindo que se use suas digitais para fazer log-in ou fazer pagamentos via Apple Pay.

Antes de revelar os novos MacBooks Pro, Tim Cook falou do aniversário de 25 anos do PowerBook 100, que trouxe muitas inovações à época e foi um sucesso de vendas, iniciando um ciclo virtuoso de lançamentos que perdura até hoje. Cook exaltou a capacidade da Apple em conduzir a inovação no setor, mostrando todos os recursos que apareceram pela primeira vez para o mercado nos portáteis da Apple.

tim-cook-powerbook

» Assista aqui o vídeo na íntegra (em Inglês).

Marco Andrei Kichalowsky

Editor-chefe do macnarama.com, é applemaníaco e trabalha com produtos Apple desde 1993. Foi presidente do Brasil Apple Clube durante 10 anos e colaborador da saudosa Macmania e sua herdeira MAC+ até o fim da revista em 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *