3 navegadores modernos que ainda rodam no macOS 10.7 Lion

Já faz algum tempo que as opções de software se reduziram para os computadores estacionados no OS X 10.7 Lion. Muitos dos programas não receberam atualizações e, no caso dos navegadores, isso é determinante para seu uso atual, porque as linguagens de programação da Web evoluíram muito rapidamente nos últimos anos.

Felizmente ainda há alguns bons samaritanos na Internet que se dedicam a estudar uma maneira de trazer a tecnologia moderna para computadores antigos.

Aqui no Macnarama adoramos nossos computadores clássicos e fomos em busca de navegadores que ainda rodam no MacBook White 2007. Encontramos três que são derivados do Mozilla Firefox. Confere!

Firefox Legacy

Firefox Legacy v. 67.0.4p1 rodando no macOS 10.7.5 Lion. Créditos: Macnarama/reprodução.

Essa versão modificada do Firefox foi compilada pela ParrotGeek Software e pode ser baixada aqui: https://parrotgeek.com/fxlegacy.html. É a nossa preferida para o trabalho diário.

Dentre os recursos que mais gostamos, estão:

  • compatibilidade com o Firefox Sync, permitindo a sincronia de favoritos, senhas e histórico entre diversos computadores;
  • compatibilidade com as extensões do repositório oficial do Firefox;
  • permite a instalação dos dicionários e ortografia oficiais;
  • disponibilidade das ferramentas para desenvolvedores Web.

Por outro lado, a mais recente versão 67.0.4p1 (de 21/06/2019) parece ser a última que vai suportar o Lion. Vamos acompanhar.

» Baixar Firefox Legacy 67.0.4p1 para macOS 10.7 Lion

Waterfox

Página inicial do Waterfox. Créditos: Macnarama/reprodução

A história do Waterfox é muito interessante. Alex Kontos, desenvolvedor responsável pelo navegador, começou o projeto em 2011, quando ele tinha apenas 16 anos! A partir do código-fonte da Mozilla, ele criou uma derivação para continuar oferecendo o suporte ao antigo protocolo de extensões do Firefox, que foram aposentadas em 2018. Sua principal vantagem é justamente dispor dessas milhares de extensões que hoje não estão mais disponíveis para a versão nova do navegador da Mozilla.

Pode-se baixar a versão “Clássica” do Waterfox, que roda no macOS 10.7 Lion (requisito mínimo) aqui: https://www.waterfox.net/releases/. E se gostares do projeto, o Alex pede para se comprar um café para ele: https://www.buymeacoffee.com/waterfox.

» Baixar Waterfox 2019.10 para macOS 10.7 Lion

Firelion

Página inicial do Firelion. Créditos: Macnarama/reprodução

Das opções que encontramos, o Firelion de Ole-André Rodlie é que tem a versão mais antiga, a última atualização em 3 de abril de 2018. Ele também é o que tem o acabamento mais simples: o ícone é genérico e não há registro do nome do projeto no próprio programa, que se apresenta apenas como “Browser” quando instalamos no Mac.

No entanto, o navegador se mostrou muito estável e compatível com a maioria das páginas. Sua compatibilidade com o Firefox Sync também ajuda bastante no fluxo de trabalho.

» Baixar Firelion 52.7.3 para macOS 10.7 Lion

Conclusão

Depois de muitos testes e uso intensivo, a escolha do editor foi para o Firefox Legacy, principalmente por sua estabilidade. Além disso, seu comportamento é semelhante ao da versão oficial do Firefox, oferecendo uma navegação moderna e sem falhas.

O Waterfox nos pareceu promissor, mas nossa experiência no entanto, não foi tão satisfatória. O navegador se comportou muito bem durante alguns meses até que certo dia fechou inesperadamente ao carregar uma página. Depois disso, o Waterfox começou a fechar sozinho em diversas ocasiões e mesmo depois de apagar o programa e suas preferências para reinstalá-lo, o problema continuou ocorrendo. Há um relato deste erro no fórum de desenvolvimento e parece que ele será corrigido nas próximas versões.

E tu? Qual o navegador que usas com teu Mac antigo? Tens alguma sugestão de browser diferente das que apresentamos? Deixa teu comentário!

Autor: Marco Andrei Kichalowsky

Editor-chefe do macnarama.com, é applemaníaco e trabalha com produtos Apple desde 1993. Foi presidente do Brasil Apple Clube durante 10 anos e colaborador da saudosa Macmania e sua herdeira MAC+ até o fim da revista em 2015.